Mirsináceas

Família de plantas dicotiledóneas que se distribuem por cerca de 33 géneros e cerca de 1000 espécies. Plantas na sua maioria lenhosas, podem ser lianas, arbustos ou árvores.
As Mirsináceas (Myrsinaceae) encontram-se principalmente em regiões tropicais e subtropicais, embora algumas estejam distribuídas por regiões temperadas.
As folhas são alternas e espiraladas, simples, normalmente inteiras, coriáceas e sem estípulas. Apresentam, frequentemente, canais resinosos. As flores dispõem-se numa inflorescência racimosa, axial ou terminal, geralmente com duas bractéolas. São hermafroditas ou, por vezes, unissexuais, actinomorfas, tetrâmeras ou pentâmeras. Os estames, em número de quatro ou cinco, são epipétalos e opostos às pétalas. O gineceu tem, normalmente, três ou cinco carpelos soldados e estilete e estigma simples. O ovário é súpero ou muito raramente semi-ínfero. É unilocular com placentação central ou basilar livre. O número de óvulos é variável.
O fruto é uma drupa ou uma baga. A semente apresenta o embrião ereto ou levemente curvo e o albúmen é carnudo ou córneo.
O género-tipo Myrsine está distribuído desde a África à China e está bem representado na flora açoriana, pela espécie Myrsine africana, também conhecida por tamujo.
Como referenciar: Mirsináceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-26 07:19:17]. Disponível na Internet: