Moses Mendelssohn

Filósofo alemão nascido em 1729, em Dassau, e falecido em 1786. É considerado o filósofo popular do Iluminismo alemão. Nas suas leituras, contactou com o pensamento de Locke, Leibniz, Baumgarten, Espinosa e outros, acabando por possuir uma boa formação filosófica. Tendo-se interessado em provar a existência de Deus e a imortalidade da alma, admitiu, juntamente com Shaftesbury, três faculdades da alma (pensamento, vontade e sensação ou sensibilidade). Escreveu as seguintes obras: Philosophische Gespräche (1755), Phädon (1767) e Morgenstunden (1785). O compositor Felix Mendelssohn-Bartholdy era seu neto.
Como referenciar: Moses Mendelssohn in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-24 19:01:32]. Disponível na Internet: