naftol

A designação de naftol é atribuída a cada um dos derivados hidroxilados do naftaleno que se obtêm por fusão do correspondente ácido naftalenossulfónico com hidróxido de sódio ou de potássio. Os mais importantes são os derivados mono-hidroxilados, de fórmula geral C10H7OH, dos quais existem duas formas isómeras (α e β-naftol), utilizadas como produtos intermédios na indústria dos corantes. O naftol e as bases diazotadas formam, nos tecidos, corantes azoicos insolúveis (corantes de desenvolvimento). O processo de tingimento ocorre através da deposição de uma primeira camada num banho de naftol (por exemplo β-naftol) e desenvolve-se com lixívia corante diazotada. A cor, de grande firmeza, forma-se apenas sobre a fibra. Utiliza-se especialmente para o algodão, fibras de celulose regenerada, fibras de acetato e poliamidas e, com menor frequência, para a lã e seda. Também é apropriado para tintas de impressão. O β-naftol usa-se também no tratamento de doenças de pele.
Como referenciar: naftol in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-23 16:37:24]. Disponível na Internet: