Nampula

Capital da província de Nampula, no noroeste de Moçambique continental, tem uma população estimada de 341 700 habitantes. A província de Nampula, confinada pelas províncias de Cabo Delgado, Niassa e Zambézia e, a este, pelo oceano Índico, possui uma superfície de 78 197 km2 e uma população de 3 618 000 habitantes (2004).
A cidade de Nampula, situada no interior da província e rodeada de enormes cumes rochosos e íngremes, é um centro de comércio, especificamente de pedras preciosas, de urânio, de produtos florestais e de produtos agrícolas, visto que na sua área se produz algodão, amendoim, tabaco, caju. Na cidade, passa a linha de caminho de ferro que vem do Leste de Moçambique para o porto de Lumbo, no Canal de Moçambique.
A cidade atrai muitos turistas e investigadores por ser o centro de cultura tradicional e de arte do povo macua, etnia principal da província. Este povo é conhecido pela produção de esculturas em pau-preto, de olaria e de artigos de palha, como cestos, esteiras, peneiras, entre outros. A cidade tem, como principais focos turísticos, o Museu Nacional de Etnologia e o tradicional mercado dominical de artesanato. É igualmente famosa a imagem da mulher coberta com a capulana e com o rosto pintado de branco com o típico mussiro (ou msiro), uma pomada (feita a partir da raiz com o mesmo nome) que as mulheres daquela cidade e sobretudo da Ilha de Moçambique aplicam no rosto não só como protetor e amaciador da pele, como também como elemento estético.
Para além da capital provinciana, destaca-se também a Ilha de Moçambique, Património da Mundial da Humanidade, e o Porto de Nacala, localizado no interior da baía, com o mesmo nome, entre a Ilha de Moçambique e o Porto Amélia, sendo considerado um dos melhores portos naturais da África Oriental.
Como referenciar: Nampula in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 02:53:42]. Disponível na Internet: