Nicolau Oresme

Teólogo, filósofo e matemático francês, nasceu cerca de 1310 (existem alguns registos que apontam para 1323), em Caen, e faleceu em 1382, em Lisieux. Depois de completar o Curso de Teologia, no colégio de Navarre, onde também lecionou e tirou o grau de Mestre, assumiu o cargo de diretor financeiro da Universidade de Paris e, posteriormente, os de cónego e decano de Rouen. Foi precetor, a partir de 1360, do filho do rei D. Carlos V da França e, dez anos mais tarde, apontado como capelão do próprio rei tendo sido inclusive o seu conselheiro em assuntos financeiros. Em 1377 foi nomeado Bispo de Lisieux.
Precursor da geometria analítica, Nicolau de Oresme antecipou-se a Descartes na teoria das coordenadas - foi ele quem utilizou pela primeira vez um gráfico para representar numa direção o tempo e na outra a velocidade de um elemento em movimento. No entanto, as técnicas algébricas e geométricas, ainda incipientes na altura, não permitiram que fosse mais longe neste estudo, sendo necessário esperar mais de 200 anos por Viète, Descartes e Fermat, que retomaram e desenvolveram ensaios naquelas áreas. Também relativamente a Copérnico, Oresme se adiantou: no seu Tratado do Céu e do Mundo, de 1377, demonstrava já que é a Terra que se move, em oposição à teoria geocentrista defendida na altura pela Igreja.
Embora não a tivesse desenvolvido tanto como Galileu viria a fazer mais tarde, a lei da queda dos corpos foi também outro assunto objeto dos seus estudos, tendo afirmado que "o espaço percorrido por um corpo em movimento uniformemente variado é proporcional ao tempo".
Deixou algumas obras, de entre as quais se destacam De mutationes monetarum, elaborada a pedido de Carlos V; Algorismus proportionum, uma teoria das proporções onde incluiu a noção de potências de expoente fracionário; De proportionibus proportionum, onde aplicou regras de combinações na solução de problemas de geometria e de física; Questiones Super Libros Aristotelis de Anima, onde tratou da reflexão e da velocidade da luz; Tractatus de figuratione potentarum et mensurarum onde sugeriu a representação gráfica a 3 dimensões; e Traité du ciel et du monde, onde defendeu o movimento diurno da Terra.
Como referenciar: Nicolau Oresme in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 19:12:08]. Disponível na Internet: