ninfa

As ninfas eram seres femininos jovens, divindades de importância secundária na mitologia grega. Viviam na Natureza conforme era conhecida pelo Homem e não no Olimpo. Esta ligação à Natureza pode dever-se, segundo alguns estudiosos, à sua descendência direta da Mãe Terra, geradora de vida, pelo que se justifica o facto de as ninfas serem divindades associadas à terra e à água. O facto de aparecerem como entidades eternamente jovens, em idade de procriar, reforça a ideia de renovação perpétua. Assim, acreditava-se que apareciam nas nascentes e fontes de água, assim como na sombra de certas árvores, ao meio-dia, sendo esses locais a evitar à dita hora sob pena de se ficar sob um sortilégio. A influência que se cria que exerciam sobre a Natureza e os seres humanos fazia com que fossem respeitadas, pois se desagradadas poderiam inclusivamente raptar crianças (símbolos de vida nova, de renovação).
Havia um vasto conjunto de ninfas: as Hamadríades, ninfas incorporadas nos carvalhos (árvores dedicadas a Zeus), as Dríades, ninfas cuja vida se encontrava ligada também aos carvalhos, as Oceânides, filhas de Tétis e de Oceano, as Napeias, ninfas das florestas e dos vales, as Nereides, filhas de Dóris e de Nereu e ninfas dos mares, as Melíades, ninfas dos freixos, e as ninfas nascidas da união dos rios com outros elementos (as Náiades, ninfas dos riachos e dos ribeiros, as Potâmias, ninfas dos rios, Pegeias e Creneias, ninfas das nascentes e das fontes e as Limneidas, ninfas das lagoas e dos lagos).
As ninfas dos freixos (Melíades) teriam nascido do sangue de Urano derramado sobre Geia, quando aquele foi mutilado por Cronos. Este facto fez com que as Melíades fossem associadas à violência e derramamento de sangue, sendo as lanças gregas usualmente feitas em freixo (recorde-se a célebre lança de Aquiles, a Velha Pélion) não só por esta associação simbólica como pela comprovada resistência física do freixo, qualidade pela qual ganhou fama de possuir poderes mágicos e o inseriu em episódios mitológicos de várias culturas.
Como referenciar: ninfa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 06:09:44]. Disponível na Internet: