nitrofuranos

Os nitrofuranos consistem num grupo de agentes sintéticos quimicoterapêuticos com um largo espetro antimicrobiológico, isto é, são antibióticos. São ativos contra bactérias (bactericidas) do tipo Gram-positivo e Gram-negativo.
Os nitrofuranos funcionam inibindo alguns sistemas enzimáticos microbiológicos e são muito mais ativos em ambientes ácidos.
Devido ao facto de os nitrofuranos possuírem muito pouca solubilidade em água, são usados oralmente ou como medicamento tópico (medicamento externo que se aplica numa região limitada). Os nitrofuranos são muito potentes e, quando acumulados no organismo humano, podem ser cancerígenos. Pertencem à lista de substâncias que não podem ser usadas na produção de animais. São antibióticos proibidos na União Europeia.
Alguns produtores de aves usam ilegalmente este produto para prevenir doenças nos animais e, por vezes, para promover o seu crescimento.
Em fevereiro de 2003 Portugal despertou com uma nova preocupação alimentar, com a divulgação da deteção de um bactericida de largo espetro, da classe dos nitrofuranos, em diversas explorações de aves (frangos, perus e codornizes) e não só.
Esta crise veio alertar a opinião pública para a fragilidade da cadeia alimentar dos portugueses.

Como referenciar: nitrofuranos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-27 11:19:22]. Disponível na Internet: