nitroglicerina

A nitroglicerina, também designada de trinitrato de glicerilo, é um éster trinítrico da glicerina, de fórmula molecular C3H5N3O9.
A nitroglicerina forma-se por ação do ácido nítrico concentrado sobre a glicerina anidra, na presença de ácido sulfúrico concentrado como desidratante.
É um líquido oleoso, de cor amarela, muito venenoso, estável à temperatura ambiente, praticamente insolúvel em água, solúvel em álcool, éter, benzol, clorofórmio e ácido acético. A nitroglicerina foi descoberta em 1847 por A. Sobrero.
Detona violentamente pelo choque, por ação brusca do calor ou por outras causas aparentemente desconhecidas, o que torna perigoso o seu uso e difícil o seu manuseamento. Por estes motivos só deve ser manipulada misturada com outras substâncias.
Quando misturada com substâncias inertes, forma a dinamite, descoberta por Nobel em 1866, que tornou a nitroglicerina de uso corrente, reduzindo assim os perigos do seu manuseamento.
A nitroglicerina é usada como explosivo no fabrico de dinamite, gelatina explosiva, dinamite-de-gelatina, munições para espingardas e peças de artilharia.
Em pequenas quantidades, a nitroglicerina apresenta um efeito vasodilatador e receita-
-se em casos de angina de peito e arteriosclerose.
Como referenciar: nitroglicerina in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-03-21 09:28:46]. Disponível na Internet: