Notorictídeos

Família de mamíferos, da ordem dos marsupiais, constituída por duas espécies de toupeiras-marsupiais. Apresentam hábitos caçadores e vida parcialmente subterrânea no que diferem das toupeiras-comuns. Preferem os terrenos áridos e desertos onde se alimentam de insetos e larvas. Têm o corpo cilíndrico, com o focinho protegido por um escudo córneo.
Não tem pavilhões auditivos, existindo apenas um par de orifícios. Os olhos, cobertos pela pelagem, com um milímetro de diâmetro, são residuais, não possuindo cristalino e pupila e têm o nervo ótico reduzido. As extremidades anteriores têm, no terceiro e quarto dedos, garras fortes em forma de enxada, o que facilita a escavação. A cauda curta é em forma de penacho. A coloração geral do pelo fino e sedoso vai desde o quase branco até ao vermelho-dourado-brilhante, passando por matizes rosa. O seu comprimento da cabeça e tronco varia entre os 9 e 18 centímetros e o comprimento da cauda varia entre os cerca de 1 e 3 centímetros.
São exemplo de Notorictídeos as duas espécies Notoryctes typhloys, habitante dos desertos da Austrália, e a Notoryctes causinus, do noroeste australiano, que foi estudada pela primeira vez em 1920.
Como referenciar: Porto Editora – Notorictídeos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 17:23:45]. Disponível em