O Encoberto

Obra em que Sampaio Bruno analisa as etapas da elaboração do mito sebastianista. Depois de, no capítulo inicial, intitulado "A Fé e o Império", avaliar a ação do "monstruoso Santo Ofício", o autor mergulha, em "O Desejado", nos primórdios do mito, na época do desaparecimento de D. Sebastião. No terceiro capítulo, "O Encoberto", Bruno debruça-se sobre o mito do Encoberto, presente em várias culturas, e sobre o mito da ressurreição, a que o primeiro se encontra ligado. Seguem-se "O Restaurado", "O Mito", "A Realidade", numa aproximação à conjuntura atual, e, por último, "Decadência e progresso", capítulo onde o autor reflete sobre a feição contemporânea do sebastianismo, coincidente com a aspiração à democracia, tida como última etapa da perfetibilidade humana, realização plena dos ideais de "liberdade, igualdade e fraternidade".
Como referenciar: Porto Editora – O Encoberto na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-28 02:46:32]. Disponível em