O Evangelho segundo Jesus Cristo

Romance de José Saramago (Prémio Nobel da Literatura, em 1998), publicado em 1991, constituído por vinte e três capítulos.
O romance narra a vida de Jesus Cristo, um homem com perfeições e defeitos. Descreve-se, no princípio, de forma detalhada e pictórica, a Paixão de Cristo (trata-se de um início in finis res).
Os momentos de maior destaque são a conceção de Jesus, a fuga ao rei Heródes, a relação marital de Jesus com Maria de Magdala e o diálogo entre Deus, Jesus e o Diabo. Estas três figuras encontram-se, durante quarenta dias e quarenta noites, numa pequena embarcação, no meio do mar. Deus revela, ao Filho, os seus projetos expansionistas e indica-lhe algumas personalidades que se converterão ao Cristianismo e que morrerão pela fé. O Diabo manifesta o seu descontentamento por servir apenas de contraponto aos feitos nobres e bondosos de Deus.
Numa analogia com os evangelhos de O Novo Testamento, Saramago relata a história sagrada através de paródia, ironia, intertextualidade e metaficção historiográfica, tal como se constata na anunciação da gravidez de Maria feita pelo Diabo e não pelo anjo Gabriel, na intensa vida sexual de Maria e José, na revolta de Jesus perante o destino que Deus lhe reservara, na morte eterna de Lázaro que, a pedido de Maria de Magdala, não ressuscita, pois segundo ela nenhum pecador merecia morrer duas vezes.
A escrita de Saramago apresenta traços pós-modernistas. Caracteriza-se por ausência de pontuação, abundância da linguagem oral e cruzamento dos discursos direto, indireto e semi-direto. A omnisciência do narrador pode ser interpretada como representante da omnisciência e ubiquidade de Deus. O leitor, possui um estatuto de voyeur, opção bastante usada no pós-modernismo.
O Evangelho Segundo Jesus Cristo causou grande polémica e foi considerado por muitos como blasfemo, tendo-o, na altura, o Secretário de Estado Adjunto da Cultura, Sousa Lara, vetado de uma lista de romances portugueses candidatos a um prémio literário europeu. Saramago, descontente com estes factos, deixou Portugal e passou a viver na ilha de Lanzarote, uma das Ilhas das Canárias (Espanha).
Como referenciar: Porto Editora – O Evangelho segundo Jesus Cristo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-23 00:57:47]. Disponível em