O Santo

Série televisiva de ação inglesa, The Saint estreou no canal ITV em outubro de 1962. A sua última exibição ocorreu em fevereiro de 1969.
A série foi adaptada dos mais de 100 livros e contos que Leslie Charteris escreveu e dos quais, em 1961, vendeu os direitos para televisão ao produtor Robert S. Baker. É composta por 71 episódios a preto e branco e 47 a cores, totalizando 118 episódios de 45 minutos cada. Os episódios a cores foram escritos por John Kruse, quando as histórias de Charteris foram todas usadas. A série fez sucesso em Inglaterra e, mais tarde, nos Estados Unidos, tornou-se um êxito ainda maior.
Roger Moore interpretava o papel principal: Simon Templar, o Santo, um charmoso ladrão adorado pelas mulheres e temido pelos seus adversários. Conduzia um Volvo P1800 e tinha a particularidade de roubar apenas a criminosos, ajudando depois a que estes fossem presos. Sendo mais eficaz que a própria polícia, já que tinha a capacidade de resolver os problemas aparentemente sem solução, age para seu próprio benefício e torna-se um problema para a lei e a ordem. É entretanto constantemente perseguido por um verdadeiro agente da lei, o inspetor Claud Eustace Teal (Ivor Dean), que não encontra nenhuma diferença entre Simon Templar e os outros criminosos. O Santo estava sempre numa missão, fosse de ajuda ou de intriga perigosa. Foi O Santo que popularizou Roger Moore, antes de se tornar no agente 007. Em 1979, a série foi recuperada com o nome de The Return of the Saint, com novos episódios com Ian Ogilvy no papel de Santo, mas só durou 24 episódios.
Em 1989, surgiu uma nova série de seis telefilmes de duas horas cada com Simon Dutton no papel de Simon Templar: The Brazilian Connection; The Blue Dulac; The Software Murders; The Big Bang; Wrong Number e Fear in Fun Park.
Em 1997, o realizador Phillip Noyce filmou para o grande ecrã uma adaptação da série: The Saint (O Santo), com Val Kilmer no papel de Simon Templar e Alun Armstrong no papel de inspetor Teal.
Como referenciar: O Santo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-04 02:37:58]. Disponível na Internet: