O Segredo de Brokeback Mountain

Filme dramático norte-americano realizado em 2005 por Ang Lee, Brokeback Mountain foi interpretado por Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Michelle Williams, Anne Hathaway, Randy Quaid, Linda Cardellini e Anna Faris, entre outros. O argumento foi escrito por Larry McMurtry e Diana Ossana, adaptando o conto homónimo de E. Annie Proulx.
O filme inicia-se em 1963, no momento em que dois cowboys - Ennis Del Mar (Heath Ledger) e Jack Twist (Jake Gyllenhaal) - são contratados para vigiarem ovelhas numa área do Wyoming chamada Brokeback Mountain. O trabalho em conjunto num território inóspito e uma infância solitária que partilham originam uma inesperada ligação emocional entre estes dois jovens de personalidades muito distintas. Numa noite, irrompe a paixão entre os dois no interior de uma tenda, embora de uma forma muito pouco romântica. No outro dia, têm dificuldade em lidar com o que aconteceu e instala-se uma confusão de sentimentos, mas com o passar dos dias o amor entre os dois vai-se revelando cada vez mais forte. No fim do trabalho, porém, Ennis e Jack despedem-se e seguem os seus caminhos separadamente. Ennis acaba por casar com Alma (Michelle Williams), de quem tem duas filhas; e Jack casa com Lureen (Anne Hathaway). Quatro anos depois, os dois homens reencontram-se e percebem que nenhum deles conseguiu esquecer o outro. Constrangidos por uma sociedade e uma educação que não os preparou para tal possibilidade, Ennis e Jack vão tendo breves encontros em Brokeback Mountain ao longo de quase 20 anos. Jack é mais sonhador e inocente, estando disposto a abdicar de tudo para ficar ao lado daquele que ama. Por sua vez, Ennis é mais realista e vai ficando amargurado por não saber lidar com o seu sentimento, vendo-se obrigado a resignar-se a uma situação de amor breve e escondido. Torturado, Ennis refugia-se na bebida e nas rixas.
O filme gerou polémica inicialmente por figurar uma história de amor entre dois homens num território (o do género western) conotado de forma clássica com o estereótipo dos homens viris e machos. Mas rapidamente transcendeu o rótulo de western gay e arrebatou as audiências pela sua excelência artística. Trata-se de uma história de amor universal, cheia de dificuldades, contada de uma forma serena e surpreendente e interpretada superiormente.
Venceu o Leão de Ouro do Festival de Veneza e quatro Globos de Ouro (Melhor Filme Dramático, Melhor Realizador, Melhor Argumento e Melhor Canção Original), entre muitos outros prémios. Obteve ainda oito nomeações para os Óscares dos quais acabaria por obter apenas três: o de Melhor Realizador, para Ang Lee, o de Melhor Argumento Adaptado (Larry McMurtry e Diana Ossana) e o de Melhor Banda Sonora (Gustavo Santaolalla).
Como referenciar: O Segredo de Brokeback Mountain in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-24 19:33:28]. Disponível na Internet: