Olympique de Lyon e du Rhône

Clube de futebol francês, o Olympique de Lyon e du Rhône foi fundado a 3 de agosto de 1950. Logo nesse ano ganhou direito a participar na 1.ª Divisão francesa, mas esteve muitos anos sem conseguir resultados de destaque.
Em 1963 o Lyon conseguiu chegar à final da Taça de França, mas perdeu com o Mónaco por 2-0. No entanto, na temporada seguinte conquistou o primeiro título do seu historial, ao vencer a taça francesa, derrotando na final o Bordéus por 2-0. Nessa mesma época chegou às meias-finais da Taça dos Vencedores das Taças, importante prova europeia de clubes.
Em 1967 a equipa de Lyon venceu de novo a taça, desta vez derrotando na final o Sochaux por 3-1. Depois de em 1971 perder na final a taça para o Rennes, em 1973 reconquistou o troféu, batendo o Nantes por 2-1.
Nos anos seguintes o Lyon não conseguiu grandes resultados desportivos, até que em 1983 desceu à 2.ª Divisão.
Em junho de 1987, Jean Michel Aulas chegou ao clube com a ideia de o resgatar dos escalões secundários e de num prazo de quatro anos o recolocar nas competições europeias. Na temporada 1988/89 o Lyon venceu o campeonato da 2.ª Divisão, ganhando o direito de voltar a disputar o escalão máximo. Em 1990/91 o clube ficou em quinto no campeonato, um lugar que permitiu o acesso às competições europeias.
O clube entrou numa fase de crescimento e para a temporada 1993/94 contratou futebolistas como ganês Abdi Pele e Olmeta. Na temporada seguinte o Lyon foi vice-campeão, atrás do Nantes, a melhor classificação de sempre até ao momento.
Em 1997 o Lyon venceu a Taça Intertoto, competição europeia de clubes de menor dimensão que se disputa antes do arranque de cada época e que dá acesso à Taça UEFA.
O clube continuou a investir bastante em jogadores de topo tendo contratado em 1999 ao Mónaco o goleador brasileiro Sonny Anderson, na que foi até à época a mais cara transferência de sempre do futebol gaulês. Anderson viria a ser o melhor marcador do campeonato francês em 1999/2000 e 2000/2001.
Entretanto a 21 de julho de 2000 o Lyon festejou o 50.º aniversário com um jogo particular frente ao Benfica.
Para a temporada 2000/01 foi contratado o treinador Jacques Santini para dirigir a equipa, que voltou a ser vice-campeã.
Em 2001/2002, de novo com Santini como técnico, o Lyon conquistou o seu primeiro campeonato francês, feito que repetiu em 2002/2003 e 2003/2004, embora nestas duas últimas temporadas já fosse treinado por Paul Le Guen. O brasileiro Juninho assumiu-se como a estrela da equipa após a saída de Anderson em 2003.
Como referenciar: Porto Editora – Olympique de Lyon e du Rhône na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-31 20:29:11]. Disponível em