Oração ao Pão

Poemeto de Guerra Junqueiro, que assinala, juntamente com a Oração à Luz saída um ano depois, o abandono dos temas revolucionários em favor das temáticas metafísicas e panteístas, que aproximarão o autor do ideário saudosista: "A humanidade é seara imensa em chão de areia / Que Deus recolhe e Deus semeia."
Como referenciar: Porto Editora – Oração ao Pão na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-18 22:15:26]. Disponível em