Os Moedeiros Falsos

Romance (Les Faux-Monnayeurs) de André Gide (1926), apresenta em paralelo o desenvolvimento de uma intriga complexa, levantando o problema do bem e do mal, e o processo da escrita da obra, sob a forma de uma personagem, Édouard, que escreve um romance intitulado Os Falsos Moedeiros. É considerado um dos textos mais representativos do Modernismo literário francês.
Como referenciar: Porto Editora – Os Moedeiros Falsos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-05 02:54:17]. Disponível em