Oswald Theodore Avery

Médico e bacteriologista canadiano, Oswald Theodore Avery nasceu a 21 de outubro de 1877, em Halifax, na Nova Escócia, naturalizou-se norte-americano em 1918 e faleceu a 20 de fevereiro de 1955, em Nashville, Tennessee.
Em 1900, formou-se em Humanidades pela Universidade de Colgate e, em 1904, em Medicina pelo College of Physicians and Surgeons da Universidade de Colúmbia, em Nova Iorque. Em 1907, trabalhou no Laboratório Hoagland, em Brooklyn, o primeiro instituto de investigação bacteriológico privado do país, onde também deu aulas a estudantes de enfermagem. Nesse laboratório, dedicou-se ao estudo de várias estirpes de bactérias, aplicando diferentes métodos químicos e imunológicos. Entre 1918 e 1919, pertenceu ao Corpo Médico do Exército americano, como capitão. A partir de 1923, Avery foi trabalhar para o Instituto Rockefeller, em Nova Iorque, onde permaneceu até 1948. Depois de se aposentar, retirou-se para Nashville, estado do Tennessee.
Oswald Avery foi um dos primeiros biologistas moleculares e um pioneiro em imunologia química, ficando conhecido, em 1944, juntamente com Colin MacLeod e Maclyn McCarty, pela descoberta de que o ácido desoxirribonucleico, o ADN, é o material genético básico da célula e que se encontra em todas as células animais. Ambos demonstraram que o ADN é o agente portador da informação hereditária e não a proteína, como teorizavam muitos bioquímicos na época.
Oswald Avery foi Presidente da Associação Americana de Imunologistas, da Associação Americana de Patologistas e Bacteriologistas e da Sociedade Americana de Bacteriologistas. Recebeu várias condecorações e prémios, tais como o Prémio Lasker e o prémio Basic Medical Research.
Como referenciar: Oswald Theodore Avery in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-19 20:17:15]. Disponível na Internet: