ovelha

Fêmea do carneiro, mamífero ruminante da família dos Bovídeos e subfamília dos ovinos, representada por cinco espécies selvagens e uma domesticada. A espécie domesticada tem numerosas raças. Estão distribuídas por todos os continentes com exceção das zonas árticas.
O carneiro doméstico procede do carneiro selvagem (Ovis musimon) também conhecido por muflão-sardo-corso, um carneiro, que no caso dos machos pode atingir os 50 quilos e nas fêmeas ou ovelhas pode atingir 35 quilos de peso. É um animal austero, sóbrio e muito adaptável. Vive em rebanhos e come ao entardecer vegetais de toda a espécie. Possuem fortes chifres, embora as fêmeas habitualmente não os possuam. O sentido da visão é o mais desenvolvido dos sentidos. A pelagem é castanha mais ou menos escura, sendo mais clara nas fêmeas. Nos machos a partir do primeiro ano forma-se, no inverno, uma mancha branca no dorso, denominada sela pela sua semelhança com a sela de montar.
O período de gestação é de cinco meses no fim dos quais nasce geralmente uma cria, por vezes duas. Ao nascer, a cria é de cor branca uniforme e pesa cerca de dois quilos. A ovelha doméstica (Ovis aries) tem como antepassado o cabrito montês do Irão e norte da Índia. Existem em grande número de raças cujo peso, em adulto, varia entre os 30 e 120 quilos. A sua pelagem pode ser constituída unicamente por pelos (raças das zonas tropicais), por lã (raças merino) e por pelo e lã em proporção variável.
A atividade sexual dos ovinos depende dos períodos de luz, manifestando-se o cio da ovelha em dias de duração decrescente. O período de gestação é de cerca de 145 dias e os partos ocorrem no inverno ou início da primavera. Alimentam-se inicialmente de leite materno e posteriormente são capazes de tirar partido das pastagens pobres, charnecas e baldios.
Os ovinos asseguram três funções produtivas como a produção de carne, leite e lã.
Como referenciar: ovelha in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-17 14:10:19]. Disponível na Internet: