P.E.N. Clube Português

O P.E.N. Clube Português, filial do P.E.N. (Poets, Playwriters, Editores, Essaysts, Novelists) Club Internacional, foi fundado em 1978, com Almeida Faria a assumir a presidência. Este esteve na presidência até 1987, altura em que foi substituído por Pedro Tamen. Posteriormente, já presidiram ao clube David Mourão Ferreira e Ana Hatherly, entre outros.
A intenção da criação de uma filial portuguesa do P.E.N. Club, que foi fundado em 1921 em Inglaterra, surgiu em 1935, mas foi travada pelo regime salazarista. O P.E.N. Club tem por objetivo unir os escritores na defesa da liberdade de expressão e já na época tinha uma secção jurídica para defender os autores perseguidos.
Em 1935 houve, por iniciativa de Ferreira de Castro e Fidelino de Figueiredo, os primeiros contactos com o presidente do P.E.N. Club Internacional, Hermon Hould. Uma nova tentativa surgiu, dez anos mais tarde, em associação com o Movimento de Unidade Democrática. A ideia era criar um núcleo português do P.E.N. e Fidelino de Figueiredo voltou a estar envolvido. Os primeiros estatutos foram escritos e publicados em 1947. No entanto, a repressão política e discordâncias quanto ao modo como Fidelino de Figueiredo dirigia a Biblioteca Nacional levaram a que o processo acabasse por falhar. Apenas em 1963, por iniciativa da escritora Ana Hatherly, surgiu nova tentativa ao ser contactado o secretário-geral da P.E.N. Internacional, Paul Tabori. Contudo, só a 15 de novembro de 1974, após a queda do regime ditatorial, é que o processo avançou. Nessa data, 24 escritores, entre os quais Eugénio de Andrade, Fernando Namora, Sophia de Mello Breyner Andersen, Miguel Torga, Manuel Alegre e Urbano Tavares Rodrigues, enviaram um documento ao P.E.N. Club Internacional. Quatro anos mais tarde, a 21 de dezembro de 1978, foram aprovados os estatutos do P.E.N. Clube Português. Segundo estes, o objetivo do P.E.N. era estabelecer relações amigáveis entre escritores de diversos países e facilitar as permutas literárias, a liberdade de expressão e a cooperação internacional.
O P.E.N. Clube Português foi uma das primeiras instituições nacionais a distribuir prémios literários de relevo, o que aconteceu a partir de 1980, nas áreas de ficção, poesia e ensaio. A partir de 1986 passou também a ser distinguida a obra estrangeira com melhor tradução.
É também o P.E.N. Clube Português que, a pedido da Academia Sueca, propõe os nomes nacionais candidatos ao Prémio Nobel da Literatura.
Como referenciar: P.E.N. Clube Português in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 19:31:21]. Disponível na Internet: