parafina

A parafina é uma mistura inodora de hidrocarbonetos alifáticos saturados de elevado peso molecular, de consistência líquida, cerosa ou sólida.
As parafinas são insolúveis em água e solúveis em gasolina, benzeno, éter e clorofórmio.
São obtidas a partir dos resíduos da destilação do petróleo, do alcatrão, da lignite, das ceras minerais ou por hidrogenação do carvão.
A parafina em bruto purifica-se por refinação, isto é, por lavagem com gasolina e tratamento com enxofre, resultando: uma parafina denominada parafina dura (ponto de fusão entre 60 a 70 ºC), que se utiliza para o fabrico de velas, cera para soalhos e graxa para caçado, como impregnante e para dar brilho; uma parafina mole (ponto de fusão entre 38 a 42 ºC) para impregnação de papel e de fios, como base para pomadas e para lubrificantes técnicos e ainda óleo de parafina, que se utiliza em relojoaria e como purgante.
O óleo de parafina, também designado de querosene, é uma mistura de hidrocarbonetos contendo 11 ou 12 átomos de carbono, que ferve na gama de 160-250 ºC. A querosene apresenta ainda aplicações como combustível para aviação a jato e para aquecedores domésticos.
Como referenciar: Porto Editora – parafina na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-28 06:06:03]. Disponível em