paralelogramo de forças

O paralelogramo de forças consiste num método gráfico para determinar a resultante de duas forças aplicadas sobre o mesmo ponto. Matematicamente, corresponde à soma vetorial das forças.
Uma força é uma grandeza vetorial sendo por isso caracterizada por um ponto de aplicação, uma direção, um sentido e uma intensidade, e pode ser representada graficamente por um segmento de reta orientado.
Neste método, as duas forças são representadas por dois segmentos de reta partindo do mesmo ponto de origem e fazendo um ângulo entre si (as suas direções são diferentes), obtendo-se dois dos lados do paralelogramo. Em seguida traça-se um segmento de reta paralelo a uma das forças passando pela extremidade da outra força, e repete-se o procedimento para a força que faltava. Deste modo obtêm-se os dois lados que faltavam do paralelogramo.
A força resultante corresponderá ao vetor que tem origem no ponto de aplicação das forças e extremidade no vértice oposto do paralelogramo.
No caso particular das duas forças realizarem um ângulo de 90º entre si, a determinação da força resultante far-se-á pela regra do paralelogramo e é possível determinar facilmente a intensidade da força resultante recorrendo ao teorema de Pitágoras.

Como referenciar: paralelogramo de forças in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 13:11:57]. Disponível na Internet: