partenogénese

A partenogénese consiste no desenvolvimento de um novo indivíduo a partir de um gâmeta feminino sem prévia fecundação. A partenogénese ocorre tanto em animais como em vegetais e pode ser fisiológica ou natural, quando ocorre espontâneamente sem intervenção dos humanos, ou artificial, quando induzida por agentes físicos ou químicos.
A partenogénese fisiológica pode ocorrer acidentalmente, de forma esporádica ou de uma maneira regular, sendo neste caso denominada espermatogénese habitual. Esta pode ser constante ou um fenómeno cíclico, alternando então com uma reprodução sexual normal.
O macrogâmeta que se desenvolve por partenogénese pode ter um número diploide ou um número haploide de cromossomas. No primeiro caso, que é o mais frequente, diz-se que se trata de uma partenogénese diploide, enquanto no segundo se trata de uma partenogénese haploide.
Os indivíduos nascidos por partenogénese podem ser todos machos, todos fêmeas ou dos dois sexos. Provou-se que a partenogénese diploide, chamada também somática, só dá origem a fêmeas.
Como referenciar: Porto Editora – partenogénese na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-01 12:18:22]. Disponível em