Partido Socialista Revolucionário da Rússia

Partido político agrário, reunindo várias fações populistas, fundado na Rússia em 1901. As linhas gerais do seu programa, adotado em 1906, anunciavam medidas de grande impacte político-social: derrube da autocracia, estabelecimento de uma sociedade sem classes, autodeterminação das minorias do Império, e, sobretudo, a coletivização da terra, que deveria ser distribuída pelos camponeses de acordo com as necessidades de cada um.
O seu primeiro líder foi Viktor Chernov. Não foi em vão que o partido adotou a designação "revolucionário"; na definição dos seus "departamentos" surgiu uma estrutura secreta de "combate organizado" que planeou diversos assassinatos políticos, entre os quais se destacaram os de V. K. Plehve (1904) e do Grão-Duque Sergei (1905).
Já atrás foi referido o carácter camponês da organização; contudo, os mentores do partido eram, na sua maioria, estudantes e intelectuais, que pouco a pouco foram apoiados pela classe agrária. Em 1917, em pleno processo revolucionário, diversos socialistas revolucionários, agora mais identificados com os interesses moderados da burguesia, integraram o soviete de Petrogrado e o Governo provisório de Kerensky (Chernov era ministro da Agricultura). Nas primeiras eleições, contra as expectativas de muitos, o Partido Socialista Revolucionário ganhou aos seus adversários, conseguindo a maior parte dos lugares da Assembleia (janeiro de 1918; Chernov presidente da Assembleia) que os bolcheviques dissolveram de imediato.
Na sequência destes acontecimentos, os socialistas revolucionários partiram para a oposição ativa; Viktor Chernov chega mesmo a liderar um governo antibolchevique em Samara. Em 1922, os novos senhores da Rússia declaravam o regime de partido único; o Partido Socialista Revolucionário foi extinto.
Chernov partiu para o exílio nos Estados Unidos onde, em 1936, escreveu o livro A Grande Revolução Russa.
Como referenciar: Partido Socialista Revolucionário da Rússia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-12 03:55:35]. Disponível na Internet: