Pascoal

Antipapa em 687, o arquidiácono Pascoal foi o candidato a papa apresentado pelo clero quando Cónon faleceu, a par com Teodoro, apoiado pela milícia.
Enquanto que este último se ocupou São João de Latrão, protegido pelos soldados que o apoiavam, Pascoal estabeleceu-se no exterior desta basílica.
A pretensão de Pascoal era reforçada por um acordo que tinha feito com o exarca João Platin, prometendo o pagamento de cem libras de ouro caso este o apoiasse e reconhecesse.
Foi contudo eleito e reconhecido Sérgio I, apoiado por uma fação mais poderosa. Teodoro aceitou o facto sem se insurgir, mas Pascoal não o fez, tendo pedido a João Platin que cumprisse o prometido. Este não o pôde fazer, porque Sérgio tinha do seu lado a maioria dos apoiantes.
Como referenciar: Porto Editora – Pascoal na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-23 04:58:19]. Disponível em