Patricia Highsmith

Escritora norte-americana, Mary Patricia Plangman nasceu a 19 de janeiro de 1921, em Fort Worth, no estado do Texas. Os pais, ambos pintores publicitários, separam-se antes do seu nascimento. Foi portanto entregue aos cuidados da sua avó materna, e desde cedo revelou talento para as artes, nunca deixando, ao longo da sua vida, de pintar e esculpir. Indo viver com a mãe e um padrasto, de nome Highsmith, resolveu adotar o seu apelido.
Estudou na Julia Richmond Highschool em Nova Iorque, ingressando depois na Universidade de Columbia, onde se diplomou em Inglês, Latim e Grego no ano de 1942. Passou depois por um período em que percorreu vários empregos, entre os quais o de vendedora numa loja de Nova Iorque.
Patricia Highsmith havia começado a escrever histórias na sua adolescência e, após ter concluído os seus estudos, colaborou como argumentista na produção de livros de banda desenhada. Em 1950 publicou a sua primeira obra, Strangers In A Train. O romance contava a história do encontro entre dois homens, um arquiteto e um psicopata, a bordo de um comboio, e que confessam mutuamente os seus assassínios. Inspirou três filmes, um deles realizado por Alfred Hitchcock e outro, convertido em comédia, teve a participação de Danny DeVito no elenco. Em 1953 publicou The Price Of Salt, que assinou com o pseudónimo de Claire Morgan, e que relatava uma história de amor homossexual. Contra todas as expectativas, a obra revelou-se um sucesso de vendas pela sua originalidade.
Dois anos depois apresentou ao público a sua famosa personagem Tom Ripley, um assassino em série bissexual e cadastrado, com o volume The Talented Mr. Ripley (1955). A obra foi adaptada para o cinema em 1960, com o título Plein Soleil pela mão do realizador francês René Clément, e protagonizado por Alain Delon. Ripley continuou a deleitar os leitores com Ripley Under Ground (1970), Ripley's Game (1974) e Ripley Under Water (1991), entre muitos outros episódios.
Tendo-se mudado para a Europa em 1963, Patricia Highsmith viveu grande parte da sua vida em Inglaterra e em França, acabando por falecer em Locarno, na Suíça, a 4 de fevereiro de 1995.
Como referenciar: Patricia Highsmith in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 14:28:09]. Disponível na Internet: