Artigos de apoio

Paul Auster
Escritor norte-americano nascido a 3 de fevereiro de 1947, em Newark, Nova Jérsia.
Paul Benjamin Auster licenciou-se em Literatura Comparada e Inglesa na Universidade de Columbia e depois foi trabalhar durante um ano a bordo de um petroleiro. A seguir foi viver para França, onde esteve entre 1970 e 1974.
De regresso aos Estados Unidos da América estabeleceu-se em Nova Iorque e dedicou-se à escrita, tanto de poesia como de prosa, tendo publicado textos nas revistas New York Review of Books e Harper's Saturday Review. Fez também traduções para inglês de autores franceses como Stéphane Mallarmé e Joseph Joubert.
O seu primeiro romance, Squeeze Play, era uma história de detetives que assinou com o nome de Paul Benjamin. Paul Auster tornou-se famoso e respeitado pela crítica a partir de 1987, ano em que lançou The New York Trilogy (A Trilogia de Nova Iorque). Trata-se de um livro composto por três histórias pouco convencionais de detetives que abordam problemas existenciais e de identidade.
A procura da identidade foi um tema constante nos romances seguintes de Auster, que veio a ser considerado um dos melhores escritores contemporâneos.
Auster lançou sucessos como In The Country of Last Things (No País das Últimas Coisas, 1988), The Red Notebook (O Caderno Vermelho), The Invention of Solitude (Inventar a Solidão), Leviathan, Mr. Vertigo (Mr. Vertigo, 1994), Timbuktu, The Book of Illusions (O Livro das Ilusões, 2002) e Oracle Night (A Noite do Oráculo). Em 2004 lançou ainda I Thought My Father Was God (Pensei que o meu Pai era Deus), livro composto por uma seleção de pequenas histórias elaboradas por ouvintes de um programa de rádio a quem lançou o desafio da escrita.
Em finais de abril de 2005 Paul Auster visitou Portugal, onde quase toda a sua obra está editada, por ocasião do lançamento da nova tradução de The Music of Chance (A Música do Acaso, publicado nos EUA em 1990), e para dar uma conferência que esgotou a lotação do auditório da Culturgest, em Lisboa.
Paul Auster também se dedicou ao cinema e em 1998 realizou o seu primeiro filme a solo Lulu on the Bridge, com argumento seu. Em junho de 2005 foi anunciado que o seu segundo filme seria produzido pelo português Paulo Branco. Entretanto, em 1995 já tinha escrito o argumento de (Fumo) realizado por Wayne Wang e Blue in the Face (Fumo Azul), realizado por Wang e pelo próprio Auster.
Paralelamente à carreira de escritor, entre 1986 e 1990 ensinou escrita criativa na Universidade de Princetown, em Nova Iorque.
Em 1993 Paul Auster foi nomeado em França Cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras e nesse mesmo ano ganhou o Prémio Médicis para Literatura Estrangeira. Em 2006 foi galardoado com o Prémio Príncipe da Asturias de las Letras.
Como referenciar: Paul Auster in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-12 00:58:13]. Disponível na Internet: