Paul Simon

Cantor e compositor norte-americano, Paul Frederic Simon nasceu a 13 de outubro de 1941, em Newark, New Jersey. Formou, em finais dos anos 50, com Art Garfunkel, o duo Tom and Jerry, atingindo alguma notoriedade com o single Hey Schoolgirl (1958). Seguiram-se um conjunto de singles a solo sob os pseudónimos de Jerry Landis e Tico And The Triumphs, entre outros, mas que não atingiram sucesso relevante.
Na década de 60 o duo, rebatizado Simon and Garfunkel, voltou a reunir-se e lançou o álbum de estreia, Wednesday Morning, 3 A.M., em 1964. Com uma harmonia de vozes inigualável, marcou a música pop-folk da segunda metade dos anos 60 com temas como "The Sound of Silence," "I Am A Rock," "The Boxer," "Mrs. Robinson," "The 59th Street Bridge Song (Feelin' Groovy)," "Scarborough Fair/Canticle," e "Bridge Over Troubled Waters."
Em 1969, a banda sonora de The Graduate foi galardoada com os prémios grammy para Melhor Álbum e Melhor Interpretação Pop; em 1970, ganharam o Grammy para Melhor Álbum com Bridge Over Troubled Waters, Melhor Single e Melhor Interpretação Pop com o tema título.
Separaram-se em 1971, prosseguindo carreiras a solo que, no entanto, não impediram colaborações esporádicas entre os cantores.
Contrariando especulações sobre a capacidade de Simon como cantor a solo, os anos seguintes confirmaram a sua popularidade graças a sucessos como "Mother and Child Reunion," "Me and Julio down by the Schoolyard," "Kodachrome," "Slip Slidin' Away," "Loves Me Like a Rock," e "50 Ways to Leave Your Lover," entre outros. Em 1975, Still Crazy After All These Years ganhou o Grammy para Melhor Álbum.
Em 1980, Paul Simon juntou-se de novo a Garfunkel para um concerto memorável no Central Park de Nova Iorque, cujo registo, editado no ano seguinte, constituiu outro grande sucesso de vendas.
Depois de um período de afastamento do cantor, saiu Hearts and Bones (1983), um falhanço nas tabelas de vendas, que antecedeu aquele que viria a ser o seu maior sucesso comercial. Editado em 1986, Graceland marcou o regresso de Simon à popularidade. O disco contou com a colaboração do grupo vocal sul-africano, Ladysmith Black Mambazo, dos Los Lobos e de Linda Ronstadt, entre outros. Graças a temas como "Graceland", "You Can Call Me Al" e "The Boy In The Bubble", o álbum vendeu mais de 10 milhões de unidades e recebeu o respetivo prémio Grammy.
Explorando a ênfase dada ao ritmo em Graceland, foi lançado em 1990, Rhythm Of The Saints, resultado do trabalho com músicos brasileiros, que não obteve o mesmo sucesso do seu antecessor. Seguiu-se o álbum MTV-Unplugged, em 1992, e a colaboração no musical da Broadway, The Capeman (1996), cuja banda sonora, "Songs From The Capeman", ficou a seu cargo.
O seu envolvimento como ator na sétima arte foi muito breve. Participou no filme Annie Hall (1977) de Woody Allen. Em 1980 escreveu e representou em One-Trick Pony, cuja banda sonora foi também da sua responsabilidade.
Casou-se três vezes: em 1969, com Peggy Harper, divorciando-se em 1975; em 1983, com a atriz Carrie Fisher, ligação que não durou um ano; em 1994, com a cantora e compositora Edie Brickell.
Em 2000, o músico editou You're The One, depois do fracasso de The Capeman. O disco era o primeiro em 10 anos e teve passagens discretas pelas tabelas de vendas.
Paul Simon tem estado afastado dos estúdios e, por isso, têm sido editadas algumas compilações da sua obra. Uma nota para The Paul Simon Songbook (2004).
Como referenciar: Porto Editora – Paul Simon na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-17 18:04:59]. Disponível em