Paulo Mendes Campos

Escritor brasileiro nascido a 29 de fevereiro de 1922, em São João del Rey, Minas Gerais, e falecido a 2 de julho de 1991. Fazia parte do famoso quarteto da geração intelectual mineira juntamente com Hélio Pellegrini, Fernando Sabino e Otto Lara Resende. Em 1945 instala-se no Rio de Janeiro, onde iniciou a sua atividade de cronista. Trabalhou nos jornais O Jornal, Correio da Manhã e Diário Carioca, e na revista Manchete. Foi lançado em 1951 o seu primeiro livro de poemas A Palavra Escrita. Escreveu também O Domingo Azul do Mar (1958), Testamento do Brasil (1966), Diário da Tarde (1981) e Poemas (1984).
Como referenciar: Paulo Mendes Campos in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-06 06:18:45]. Disponível na Internet: