peso filipino

O peso filipino é a moeda oficial das Filipinas e tem por código PHP. Pode ser dividido em 100 sentimos. O peso filipino é emitido pelo Banco Central das Filipinas.
Foram lançadas moedas de 1, 5, 10 e 25 sentimos e de 1, 5 e 10 pesos, tal como notas de 5, 10, 20, 50, 100, 200, 500 e 1000 pesos.
As notas mostram a efígie do independentista Emilio Aguinaldo, do herói nacional Benigno Aquino e outros de políticos e governantes, assim como o palácio presidencial, o Museu Nacional e antigo parlamento e o Banco Central Filipino. Quanto às moedas, apenas três ostentam a efígie de personalidades da história do país, enquanto as outras se limitam a mostrar o valor. No século XIII, circulavam nas Filipinas moedas de ouro conhecidas por "piloncitos".
As Filipinas tornaram-se uma colónia espanhola em 1539.
O peso foi instituído nas Filipinas em 1852, na altura com a designação “pesos fuertes”, por iniciativa do Banco Español-Filipino. O peso filipino sucedeu assim ao real e ao dólar espanhóis, muito em voga na América e no sudeste asiático. A cunhagem de pesos filipinos arrancou em 1861.
Até 1886, o peso esteve em circulação em paralelo com moedas mexicanas, reais ou escudos, que valiam dois pesos cada uma delas.
As Filipinas proclamaram a sua independência em 1898 e lançaram as próprias moedas e notas de peso "revolucionário", que foram as primeiras a usar o centavo como subdivisão e que duraram até 1901, quando o líder revolucionário foi detido. Ainda em 1898, as Filipinas haviam passado a ser uma colónia dos Estados Unidos da América (EUA), deixando o jugo espanhol. Dois anos mais tarde, os EUA estabeleceram que o peso valia exatamente metade do dólar norte-americano.
Os japoneses invadiram as Filipinas de janeiro de 1942 a outubro de 1943 e introduziram os ienes militares (gumpyo). As autoridades locais lançaram então aqueles que ficaram conhecidos como pesos da guerrilha. Os norte-americanos recuperaram o poder em 1943 e reintroduziram o peso.
Em 1946, as Filipinas conquistaram a independência.
Até 1967, nas Filipinas, a designação da moeda local era, oficialmente, "peso", subdividido em "centavos", terminologia também utilizada no resto do mundo. Contudo, nesse ano, o estado filipino deixou de usar a nível interno a terminologia castelhana, substituindo-a pela filipina, daí resultando as designações "piso" e "sentimo". No entanto, a nível internacional a moeda continuou a ser conhecida por peso.
Como referenciar: peso filipino in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 07:37:22]. Disponível na Internet: