Phil Hill

Piloto norte-americano, Phil Hill nasceu a 20 de abril de 1927, em Miami, Florida, nos Estados Unidos da América. Em 1949, com 22 anos, foi para a Grã-Bretanha estudar engenharia de manutenção na fábrica da marca de automóveis "Jaguar", regressando aos EUA no ano seguinte.
Depois de várias vitórias em corridas nos Estados Unidos, Phil Hill estreou-se na Fórmula 1 em 1958, com 31 anos, no Grande Prémio de França, ao volante de um carro da equipa Maserati. Após essa prova, Hill foi convidado por Enzo Ferrari para competir pela marca italiana, terminando o campeonato de pilotos em 10 lugar, com 9 pontos.
A sua primeira vitória num Grande Prémio surgiu em 1960 no circuito de Monza, Itália.
No ano seguinte, venceu duas provas, nomeadamente na corrida de Monza e em Spa-Francochamps, na Bélgica. O piloto da Ferrari acabou o ano com 34 pontos e sagrou-se, pela primeira vez na sua carreira, campeão do mundo de Fórmula 1.
Em 1962 disputou o último mundial de pilotos ao serviço da equipa Ferrari e, nos anos seguintes, representou várias equipas como a Lotus, ATS, Cooper e Eagle.
O piloto americano retirou-se das competições em 1968, com 40 anos.
No seu palmarés ficaram ainda três vitórias nas provas de 24 horas de Le Mans (1958,1961 e 1962) e outros três triunfos nas provas das 12 horas de Sebring (1958, 1959, 1961).
Phil Hill foi nomeado para o Hall of Fame da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) em 1991.
Como referenciar: Porto Editora – Phil Hill na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-26 03:02:11]. Disponível em