Pietro Metastasio

Poeta e dramaturgo italiano, nascido em 1698 e falecido em 1782, Pietro Trapassi adotou o pseudónimo de Metastasio. Em 1723 alcançou o primeiro sucesso com Didone abbandonata, melodrama escrito para a sua amante, a cantora lírica Marianna Bulgarelli, no qual explora o conflito entre o amor e o dever.
Em 1730 foi nomeado poeta imperial da corte vienense, dedicando-se à produção de melodramas e à escrita de libretos que foram musicados por Mozart.
De entre as suas obras, destacam-se: Siroe, Catone in Utica, Ezio, Semiramide riconosciuta, Alessandro nell'Indie, La clemenza di Tito e Attilio Regolo.
Enquanto poeta, são dignas de nota o seu Epistolario e cinco "canzonette", de entre as quais se destacam La Libertá e La Partenza, que constituem exemplos da poesia italiana segundo a tradição arcádica.
Como referenciar: Pietro Metastasio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 15:55:28]. Disponível na Internet: