Pio IV

Papa italiano, nascido a 31 de março de 1499, em Milão, João Ângelo Médicis (que não pertencia à família florentina) era filho de Cecília Serbelloni e de Bernardino Médicis. Estudou em Pavia e doutorou-se em Direito Civil e Direito Canónico na Universidade de Bolonha, no ano de 1525. Foi protonotário apostólico, governador de Ascoli, de Cittá di Castello, e de Ancona, bispo de Ragusa, cardeal presbítero de Santa Pudenciana, legado papal na Romanha e dirigente das milícia papais.
Após a sua eleição, a 25 de dezembro de 1559, tornou cardeal Carlos Borromeu e deu-lhe, entre outros cargos, o de seu secretário particular. Homem de grande valor e inteligência, foi um avisado conselheiro do papa.
Pio IV tomou medidas para corrigir os erros do pontificado de Paulo IV, tendo libertado os cardeais injustamente acusados de heresia e castigado os sobrinhos do papa, que tinham sido extremamente e imerecidamente favorecidos pelo tio e apenas desterrados pelos crimes de homicídio, abuso de poder, roubo, violência e outros delitos. Foram quase todos condenados à morte, tendo apenas um pago um elevadíssimo resgate pela sua vida. Conciliou também a Santa Sede com o Império, tendo reconhecido o direito do imperador Fernando I sem a realização de uma cerimónia de coroação, algo inédito até essa data.
Foi por fim terminado o Concílio de Trento, que já tinha conhecido duas interrupções. As sessões iniciaram-se a 17 de janeiro de 1562, tendo-se tomado importantes decisões disciplinares e doutrinais que representaram uma verdadeira reforma da Igreja. A bula Concilius Deus (janeiro de 1564) confirmou todas as deliberações do Concílio e instituiu um conjunto de cardeais para que estas fossem postas em prática. Foi também feito um Catecismo romano, uma reforma do missal e do breviário e uma nova lista de livros proibidos, mais razoável que a de Paulo IV.
Grande mecenas, mandou edificar a igreja de Santa Maria dos Anjos nas termas de Diocleciano e encomendou o projeto da Porta Pia a Miguel Ângelo, entre outras encomendas.
Terminou o seu reinado a 9 de dezembro de 1565. Foi inicialmente inumado em São Pedro e mais tarde transferido para a citada igreja de Santa Maria dos Anjos.
Como referenciar: Pio IV in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-10 03:56:41]. Disponível na Internet: