Pirâmide do Sol (Teotihuacan)

Teotihuacan fica situada a 45 km da cidade do México e, segundo a cosmografia asteca, foi aqui que tiveram origem o Sol e a Lua. As origens da cidade remontam ao século IV a. C., mas o seu apogeu corresponde à época clássica antiga (250-650 d. C.). A Pirâmide do Sol, pertencente à época clássica, está implantada no centro cerimonial de Teotihuacan, que se estende ao longo de um eixo norte-sul. É o seu monumento mais importante. Assenta sobre uma base quadrangular de 222 x 225 metros e ergue-se a 64 metros de altura.
A pirâmide, formada por cinco corpos, cuja inclinação dos muros é muito pronunciada, era apenas o embasamento de um templo, teocalli, que se situava na última plataforma, topo de toda a estrutura. Acedia-se ao templo (hoje desaparecido) por uma escadaria. Tem, por isso, a função de pedestal de suporte do templo. Os escalonamentos a que é sujeita proporcionam uma enorme sensação de horizontalidade muito de acordo com a espiritualidade da arte de Teotihuacan.
O núcleo da pirâmide é construído em adobe que se revestiu de estuque ou de pedra para depois se ornamentar com frisos e relevos geométricos e estilizados.
Esta pirâmide encontra-se na designada Cidade Pré-Hispânica de Teotihuacan, uma área classificada Património Mundial pela UNESCO desde 1987.
Como referenciar: Pirâmide do Sol (Teotihuacan) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-17 13:35:14]. Disponível na Internet: