platelmintes

São indivíduos de vida livre ou parasitas, e variam de tamanho. Existem três classes de platelmintes: os turbulários de vida livre, os trematodes que são parasitas externos ou internos e os cestodes ou ténias que são parasitas intestinais dos vertebrados.
O termo "vermes" foi aplicado sem grande precisão para designar os animais invertebrados sem apêndices. Em determinada altura os zoólogos consideraram os vermes como um grupo taxinómico de pleno direito. Tal grupo incluía uma diversificação imensa de formas. Esta associação não natural foi reclassificada em vários filos. Por tradição, contudo, zoólogos há que se referem a vários grupos destes animais como vermes planos, vermes redondos, vermes segmentados, etc.
Os platelmintes derivaram de um ancestral que possivelmente teria muitas características de cnidário, incluindo a mesogleia gelatinosa. Apesar disso, a substituição da mesogleia gelatinosa por uma mesoderme celular foi base para uma organização mais complexa. Nos platelmintes esta camada é constituída por células não contrácteis e por células musculares, que permitem o alargamento e a contractilidade. Os platelmintes variam, em tamanho, entre um milímetro, ou menos, e alguns metros. Incluem indivíduos de vida livre e parasitas, mas os indivíduos de vida livre são encontrados exclusivamente na classe dos turbelários. Alguns turbelários são simbióticos ou parasitas, mas a maioria estão adaptados aos leitos dos rios, águas salobras ou águas doces ou vivem em lugares húmidos terrestres. Muitos, especialmente as espécies de maior tamanho, são encontrados debaixo das pedras e outros objetos mais ou menos pesados nas correntes de água doce ou nas zonas litorais dos oceanos. São realmente poucos os turbelários que vivem na água doce. As planárias e alguns outros turbelários encontram-se em correntes e lagos, mas outros preferem flutuar nas correntes de montanha. Algumas espécies encontram-se em fontes termais.
Os da ordem arcoela mudaram muito pouco relativamente à forma ancestral.
O tipo dos platelmintes compreendem três classes: os turbulários de vida livre, os trematodes que são parasitas externos ou internos e os cestodes ou ténias que são parasitas intestinais dos vertebrados. Quer os trematodes quer os cestodes são importantes parasitas dos humanos e dos animais domésticos e selvagens. Alguns causam doenças graves ou a morte dos hospedeiros.
Os platelmintes são mais complexos que os celenterados pois, além da simetria bilateral, possuem verdadeiros órgãos como, por exemplo, excretores, nervosos, reprodutores e digestivos e três camadas germinativas: ectoderme, mesoderme e endoderme. Apesar de apresentarem mesoderme, esta não limita nenhuma cavidade, pelo que são acelomados. Podem reproduzir-se sexuada e assexuadamente.
Frequentemente são hermafroditas. São desprovidos de aparelhos circulatório e respiratório. O aparelho digestivo quando existente é desprovido de ânus.
Como referenciar: platelmintes in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-19 14:02:20]. Disponível na Internet: