Pó do Teu Caminho

O título do volume foi retirado da primeira estrofe do poema de abertura: "Meus versos, minhas horas de emoção, / Em que a minh'alma vai devagarinho / Desfolhando o meu pobre coração, / Ao vento, sobre o pó do teu caminho", "Meus Versos"). Abordando frequentemente a temática amorosa e evocando uma história de amor que findou, Pó do Teu Caminho, preferindo a quadra decassilábica, nasce do desejo de transformar as "agonias", as "amarguras", o "tormento", em "harmonias". Na esteira de Floberla Espanca, o sujeito poético assume a sua condição feminina, refletindo sobre "Ser Mulher", sobre a "Sciencia da Mulher".
Como referenciar: Pó do Teu Caminho in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-17 19:27:20]. Disponível na Internet: