Podgorica

Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade do Montenegro, Podgorica situa-se no Sudeste do país, próximo do mar Adriático. Fica numa localização favorável, na confluência dos rios Ribnica e Moraca, que corresponde a uma planície fértil. O seu clima é tipicamente mediterrânico. Possui cerca de 130 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
A cidade fica na encruzilhada de rotas muito antigas. Corresponde a uma localidade que vem dos tempos pré-romanos chamada Doclea. Durante a Idade Média, o local ter-se-ia chamado Ribnica, nome do rio em cujas margens foi edificada. Mas a primeira referência ao nome atual surgiu apenas em 1326, numa altura em que possuía pujança económica, uma vez que correspondia ao centro de rotas e à transação de muitas mercadorias. No século XV os turcos ocuparam a cidade e interromperam o período de florescimento, construindo uma fortaleza que a colocou à prova de ataques. Em 1878, na sequência do Congresso de Berlim, a cidade foi integrada no Montenegro, pondo fim a mais de quatro séculos de ocupação turca. No início do século XX cresceu de forma significativa, incluindo no domínio económico. Foi gravemente bombardeada pelos nazis e pelos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial, passando a chamar-se Titogrado em 1946, em homenagem ao marechal Tito, líder da Jugoslávia, país onde Montenegro se tinha federado. Este foi um período de algum crescimento e expansão, sob um regime comunista, que acabaria em 1992, voltando Podgorica à sua designação anterior, cimentando-se como o centro de Montenegro, de novo desagregado da Jugoslávia, com um aspeto moderno e crescentemente ocidentalizado.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
O nome significa "debaixo do pequeno monte", numa alusão a uma pequena elevação, de cerca de 107 metros, que existe no centro da metrópole. Enquanto cidade mais importante do país, Podgorica alberga diversas instituições e monumentos, como o Teatro Nacional de Montenegro (o mais famoso do país), o Museu da Cidade e o Museu de História Natural. A sua arquitetura reflete a sua turbulenta história e a diversidade de regimes que viveu. Possui mesquitas e outros exemplos da arquitetura turca, enquanto noutros locais vigora o estilo mais europeu. Algumas das atrações arquitetónicas modernas da cidade são o templo ortodoxo Hristovog Vaskrsenja e a Ponte do Milénio.

Economia
É o centro económico e administrativo do país, concentrando a maior parte da atividade industrial, financeira e comercial de Montenegro. A industrialização do período jugoslavo desenvolveu especialmente as áreas do alumínio, do processamento do tabaco, dos têxteis, da engenharia e do vinho. Com a dissolução da Jugoslávia o setor industrial ressentiu-se fortemente, mas recuperou depois um pouco. Tornou-se uma economia mais impulsionada pelos serviços, crescendo de forma gradual o investimento estrangeiro.
Como referenciar: Porto Editora – Podgorica na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-23 05:09:22]. Disponível em