poliamidas

Uma poliamida consiste em cada um dos plásticos e fibras sintéticas termoplásticas que se obtêm por policondensação de ácidos orgânicos com aminas. Deste modo, é possível condensar ácidos dicarboxílicos com diaminas (nylon) ou polimerizar um composto que num dos extremos contenha um grupo ácido e no outro um grupo amina (perlon). A condensação produz-se por fusão conjunta dos produtos de partida.
As poliamidas têm dureza córnea, são tenazes e resistentes à abrasão, translúcidas, resistentes ao calor até temperaturas de 100 ºC e bons isoladores térmicos. São resistentes aos óleos e à gasolina, mas não aos ácidos e bases. Na água experimentam um ligeiro aumento de volume.
As cadeias de poliamidas encontram-se ligadas entre si por ligações de hidrogénio.
As principais aplicações das poliamidas são como fibras têxteis, em rodas dentadas e chumaceiras que não necessitem de ser lubrificadas, para serras de cremalheira e acessórios de fotografia.
Como referenciar: poliamidas in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-03-30 14:16:26]. Disponível na Internet: