pontuação

Sistema de sinais gráficos utilizados na escrita com o objetivo de representar as variações melódicas, entoacionais, rítmicas, emocionais e estilísticas da oralidade. A pontuação é um assunto que não deve apenas fazer parte da ortografia, mas que se deve analisar também na sintaxe, uma vez que exprime as fronteiras e as articulações de unidades sintático-semânticas, sejam elas palavras, sintagmas, orações, frases ou parágrafos.
Lindley Cintra e Celso Cunha (1984, Nova Gramática do Português Contemporâneo) apresentam uma divisão para os sinais de pontuação baseados em distinções de natureza prosódica: os sinais marcadores de pausas (vírgula, ponto e ponto e vírgula) e os sinais marcadores da entoação (restantes sinais de pontuação). No entanto, o segundo grupo, como é notado pelos próprios autores, é impreciso e pouco rigoroso, uma vez que alguns sinais podem ser indicadores de pausa e entoação ao mesmo tempo e que o travessão, por exemplo, é também um indicador de início de diálogo ou monólogo.
A pontuação é um sistema que obedece a um código convencionado e, portanto, a um sistema de regras, embora exista uma certa flexibilidade na sua utilização quando se pretende assinalar fenómenos expressivos do modo oral da língua. Em português, usam-se os seguintes sinais de pontuação:

Ponto final (.) indica o fim de um enunciado ou frase e corresponde a uma pausa longa; é também utilizado em abreviaturas (Escola Sec.).
Vírgula (,) marca uma pausa de mais curta duração que separa sintagmas ou unidades frásicas e prosódicas; há porém restrições de natureza convencional no uso da vírgula, que proíbem por exemplo a sua utilização entre constituintes imediatos (sujeito-verbo-complementos obrigatórios do verbo).
Ponto e vírgula (;) assinala uma pausa intermédia entre a vírgula e o ponto, servindo para isolar orações e unidades semânticas maiores, mas sem fechar a ideia da frase ou para substituir a vírgula em frases muito longas.
Ponto de interrogação (?) colocado no final de frases interrogativas, exprime uma intenção pragmática de querer saber uma informação ao mesmo tempo que informa que se segue um contorno entoacional de pergunta.
Ponto de exclamação ou de admiração (!) marca o fim de frases ou enunciados expressivos e emotivos.
Dois pontos (:) indicam pausa antes de citação, início de monólogo ou diálogo e enumeração.
Reticências (...) assinalam uma pausa e uma suspensão da curva entoacional correspondente a uma interrupção do pensamento ou a uma hesitação.
Parênteses curvos (( )) e os parênteses retos ([ ]) servem para introduzir uma descrição, explicação ou aparte, sem quebrar a sintaxe da frase em que são inseridos.
Aspas (« ») podem ter uma função semelhante à do travessão, servindo para introduzir outra voz em discurso direto ou uma citação; servem também para destacar expressões ou palavras no texto ou para indicar o seu uso especial naquele contexto.
Travessão () marca a mudança de voz no texto, podendo introduzir discurso direto, a voz do próprio narrador ou outra voz; pode também ter uma função parentética.

Mais uma vez aquilo que se considera a lista de sinais de pontuação varia de autor para autor, levando alguns a confundir sinais de pontuação com sinais ortográficos, o que explica que se incluam por vezes o hífen e o asterisco entre os sinais de pontuação.
Como referenciar: pontuação in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-20 16:50:32]. Disponível na Internet: