Porto Covo

Porto Covo é uma das freguesias do concelho de Sines. Inicialmente, foi uma aldeia de pescadores, mas, devido às suas praias e paisagens, é atualmente muito procurada pelos turistas. A sua população é inferior a 1000 habitantes.
A história de Porto Covo inicia-se em meados do século XIII, com a existência de um lugar implantado na arriba próximo de uma enseada; em 1780 possuía apenas quatro casas. A evolução do lugar está intimamente relacionada com a figura histórica de Jacinto Fernandes Bandeira (comerciante da alta burguesia pombalina que nos finais do século XVIII se encantou pelo lugar), tornado Fidalgo da Casa Real por ter fundado uma povoação no sítio de Porto Covo. A edificação da povoação foi concretizada com base num projeto que se inspirou no traçado da baixa pombalina em Lisboa. Então, a sua utilidade principal era a utilização da calheta local e do ancoradouro do Pessegueiro, como portos de pesca e comércio. De grande utilidade ao desenvolvimento do comércio e dos transportes do Alentejo, só registou um desenvolvimento significativo quando foi construído o complexo industrial de Sines.
As suas praias são das mais belas e naturais do país e detentoras da bandeira azul. A Praia Grande, a Praia Pequena, do Buizinho e do Pingardeiro são alguns exemplos. A ilha do Pessegueiro, com 340 m de comprimento e 235 m de largura, é outro ponto de interesse. O seu nome tem origem latina, evoluindo a partir do termos piscatorius ou piscarium, já que na época dos Romanos era um lugar de preparação de peixe, como testemunham os vestígios dos tanques de salga que se podem ainda observar na ilha. Possui uma bela praia, é ótima para a prática do windsurf e da pesca desportiva.
Os pratos de peixe, os mariscos, a cataplana e a feijoada de búzios são algumas das suas especialidades gastronómicas. Durante o mês de agosto, Porto Covo é especialmente animado. São dinamizadas diversas atividades desportivas e culturais, nas suas praias e na localidade. No dia 30 de agosto de cada ano decorrem as celebrações em honra de N.a Senhora da Soledade, padroeira da freguesia.
Como referenciar: Porto Covo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-09 19:54:51]. Disponível na Internet: