Porto de Espanha


Aspetos Geográficos
Capital de Trinidad e Tobago, Porto de Espanha situa-se no golfo de Paria, na costa noroeste da ilha de Trinidad, nas Caraíbas. Parte da cidade assenta em terreno plano, enquanto outra parte expande-se em direção às colinas. O seu clima típico é o tropical. Possui cerca de 55 000 habitantes (2006), que atingem perto de 300 000 quando se considera a sua área metropolitana.

História e Monumentos A cidade foi fundada junto a uma aldeia piscatória ameríndia denominada Cumucurapo. Aí os espanhóis fundaram, no século XVI, um porto a que chamaram inicialmente "Puerto de los Hispanioles". Em 1757, a cidade tornou-se a capital do país, depois da decadência de S. José (a antiga capital). No final do século XVIII, a cidade já tinha crescido e estabelecido a traça do centro histórico que permanece ainda hoje. Em 1797, a cidade foi invadida pelos britânicos que passaram a colonizar o país, após a capitulação do governo espanhol. Durante o século XIX, a cidade cresceu em superfície graças ao terreno conquistado ao mar. No século seguinte, continuou a crescer em tamanho e importância, atingindo o seu auge em 1960. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade albergou uma base militar dos EUA. Entre 1958 e 1962, Porto de Espanha foi capital da efémera Federação das Índias Ocidentais. A partir dos anos 60 do século XX, a população do centro começou a diminuir à medida que esta área se tornou crescentemente comercial, embora também crescessem os subúrbios da mesma. Entre os seus principais monumentos, destacam-se o Palácio da Justiça, a Câmara Municipal, o Supremo Tribunal, o Parlamento, a Biblioteca Nacional e a Catedral Anglicana da Santíssima Trindade.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
O centro histórico da cidade corresponde à baixa, sendo o seu coração a Praça Woodford, uma espécie de oásis verde composto por uma fonte, um coreto e árvores. Trata-se de um local emblemático em termos de eventos políticos marcantes para a história do país. Um pouco a sul situa-se a Praça da Independência, próximo da qual se situam os edifícios mais altos da cidade e do país: as torres gémeas do Eric Williams Financial Complex, sede do banco central e do Ministério das Finanças, e a nova Nicholas Tower, um edifício de escritórios. A Frederick Street é a principal avenida da cidade.


Economia
A cidade constitui o principal centro económico e de negócios do país, sendo sede de alguns dos mais importantes bancos das Caraíbas. O seu porto desempenha também um papel importante no comércio externo, destacando-se a exportação de produtos como os têxteis e os produtos agrícolas. Também a função administrativa é importante para a sua dinâmica económica.
Como referenciar: Porto de Espanha in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-27 11:00:10]. Disponível na Internet: