power kiting

A origem do power kiting (papagaios de tração) é atribuída a Peter Lynn, um neozelandês que aproveitou a edição de 1990 do Festival de Papagaios em Banguecoque para revelar ao mundo uma ideia genial: amarrar um papagaio, que neste caso se chama parafoil, a um buggy e deixar-se levar pelo vento. Esta invenção foi um êxito. Já em Portugal, onde chegou em 1993, a sua expansão não tem sido fácil, apesar de existirem boas condições para o seu desenvolvimento. O primeiro encontro oficial no nosso País realizou-se em 1997 com o nome de Buggy Meeting Primavera/97.
O local de eleição para a prática do power kiting é a praia, de preferência quando a maré está baixa e quando não está ninguém. O tamanho do parafoil a utilizar depende da força do vento, por exemplo, para um vento forte, a superfície do parafoil deverá ser de três ou quatro metros quadrados. Para além dos buggies, os papagaios de tração também se podem aplicar a esquis, esquis aquáticos, veleiros ou patins em linha. Na Suiça, por exemplo, está muito divulgado o kite skiing, que consiste em fazer com que o papagaio puxe um esqui, existindo mesmo uma corrida anual sobre o lago (gelado) de Silvaplana.
Como referenciar: power kiting in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 02:07:53]. Disponível na Internet: