Prémio Literário Mário António

Prémio instituído em memória do político, investigador, escritor e professor angolano Mário António Fernandes de Oliveira e atribuído de três em três anos pela Fundação Calouste Gulbenkian. Destina-se a premiar obras de teatro, ficção, ensaio e poesia de autores africanos lusófonos ou de Timor Leste. O valor do prémio é de 25 000 euros.
A primeira edição deste prémio ocorreu em 2001 e o vencedor foi Mia Couto, escritor moçambicano, pelo seu livro O Último Voo do Flamingo.
Como referenciar: Prémio Literário Mário António in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-08 07:34:01]. Disponível na Internet: