pterobranquiados

Classe de animais do subtipo dos hemicordados, constituída por três géneros e vinte espécies que vivem, principalmente, no hemisfério Sul.
Os pterobranquiados são formas muito pequenas, que vivem tanto em águas pouco profundas como em águas profundas. O primeiro pterobranquiado a ser descrito foi obtido na expedição do Challenger realizada entre 1872 e 1876. O tamanho dos pterobranquiados varia entre os 1 e 7 milímetros de comprimento.
Muitos indivíduos do género Cephalodiscus vivem sempre em tubos gelatinosos que por vezes formam sistemas ramificados. Através da abertura desses tubos estendem a sua coroa de tentáculos. Cada indivíduo possui um par de fendas branquiais, numerosos braços com tentáculos, um tubo digestivo em forma de U e duas gónadas. Os indivíduos do género Rhabdopleura medem aproximadamente 1 milímetro de comprimento e vivem em tubos que se ramificam a partir de uma base comum que se fixa no fundo, da mesma maneira que os indivíduos do género Cephalodiscus formam colónias que podem atingir a largura de 10 centímetros. A colónia forma-se por gemação a partir de um indivíduo e todos os indivíduos estão ligados por um filamento.
Não possuem aberturas branquiais, mas têm um par de braços providos de tentáculos ocos e ciliados e uma gónada.
O género Atubária vive solitário e não tem tubo.
Os pterobranquiados reproduzem-se assexualmente, por gemação, e sexualmente.
Como referenciar: pterobranquiados in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-24 12:55:33]. Disponível na Internet: