pudelagem

A pudelagem consiste num processo para obtenção de ferro forjado. Uma gusa de baixo teor em enxofre é fundida num forno de revérbero a cerca de 1300 ºC (temperatura suficiente para fundir a gusa, mas insuficiente para fundir o ferro quase puro) e oxidada tanto pelo ar que atravessa o forno como pelo óxido de ferro que se adiciona à carga.
Os teores de carbono, silício, fósforo e manganésio presentes na gusa são reduzidos a valores baixos (cerca de 0,05%) por oxidação seletiva. Os óxidos de silício, fósforo e manganésio assim formados combinam-se com o restante óxido de ferro, originando uma escória fluida. À medida que o teor de carbono diminui o ferro vai solidificando e formando uma massa pastosa que é trabalhada, com o auxílio de uma vara de revolvimento introduzida através das portas do forno, até adquirir a forma de blocos (ou bolas) de razoáveis dimensões. Estas bolas são em seguida retiradas do forno e marteladas (forjadas) de modo a conseguir-se expulsar parte da escória, podendo depois ser laminadas de forma a produzirem-se barras.
Com a laminagem, a escória que ainda fica no interior do ferro distribui-se na forma de filamentos longitudinais. Colocando lado a lado barras já laminadas e laminando-as de novo, em conjunto, enquanto estão ao rubro, consegue-se que estas se soldem e formem uma barra única.
Como referenciar: pudelagem in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 00:16:16]. Disponível na Internet: