radiotelescópio

Um radiotelescópio consiste num instrumento para deteção e medição da radiação eletromagnética de radiofrequência, que passa através da janela de rádio (permite que ondas de rádio de comprimentos de onda de 5 mm a 30 m passem através dela) na atmosfera terrestre e que atinge a superfície da Terra.
Existe uma grande diversidade de fontes de rádio no interior do Universo, e são necessários radiotelescópios para detetar tanto as emissões contínuas como as riscas espetrais específicas.
O radiotelescópio mais simples é constituído por uma antena parabólica orientada juntamente com os amplificadores respetivos. A superfície paraboloide do prato refletor reflete o sinal incidente para o foco principal do refletor. Neste ponto, os sinais de radiofrequência são amplificados mil vezes mais e convertidos numa frequência inferior, intermédia, antes da transmissão pelo cabo ao edifício de controlo. Neste local, a frequência intermédia é amplificada novamente e passa para o detetor e para a unidade de visionamento. Quando as ondas de rádio vão da superfície do refletor ao foco devem estar em fase, e a superfície do prato deve estar rigorosamente construída. Para melhorar o problema da construção de grandes pratos com uma precisão tão elevada foi desenvolvida a técnica de interferometria de rádio. Nesta técnica é utilizado um conjunto de pequenas antenas ligadas por cabo para simular uma grande antena de prato.
O interferómetro de 5 km de Cambridge em Inglaterra é constituído por uma rede de oito antenas parabólicas, quatro fixas e quatro móveis, dispostas longitudinalmente ao longo de uma base com 5 km de comprimento.
O maior interferómetro deste tipo é o VLA (Very Large Array - rede muito grande)
de Socorro no Novo México nos Estados Unidos da América, que entrou ao serviço em 1980. É constituído por 27 antenas parabólicas, com 26 m de diâmetro cada uma, dispostas ao longo de três braços de 20 km cada um em forma de Y.
Entre os radiotelescópios orientáveis de maiores dimensões, atualmente existentes, encontra-se o de Effelsberg na Alemanha, cuja antena tem um diâmetro de 100 m, e o de Jodrell Bank em Inglaterra, com um diâmetro de 76 m. O radiotelescópio fixo de Arecibo em Porto Rico tem um diâmetro de 305 m, mas só pode observar uma região do céu em torno do zénite.
Como referenciar: radiotelescópio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 03:00:40]. Disponível na Internet: