raios cósmicos

Os raios cósmicos consistem em partículas de alta energia que chocam com a Terra vindas do espaço. Os raios cósmicos primários são constituídos por núcleos dos elementos mais abundantes, por protões (núcleos de hidrogénio), que formam a maior proporção. Encontram-se também presentes eletrões, positrões, neuterinos e fotões de raios gama.
O intervalo de energias das partículas é de 10-11 J a 10 J (108 a 1020 eV), e quando entram na atmosfera terrestre colidem com núcleos de oxigénio e de azoto produzindo raios cósmicos secundários. Os raios secundários são formados por partículas elementares e fotões de raios gama.
Uma partícula primária isolada de alta energia pode produzir um grande chuveiro de partículas secundárias. As fontes de radiação primária não são totalmente conhecidas, embora se creia que o Sol seja a principal fonte de partículas com energias acima de cerca de 1010 eV. Crê-se que todas as partículas com energias abaixo de 1018 eV têm origem no interior da galáxia.
Como referenciar: raios cósmicos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-15 07:11:38]. Disponível na Internet: