Ralph Richardson

Ator inglês, Ralph David Richardson nasceu a 19 de dezembro de 1902 em Cheltenham, Gloucestershire, e morreu a 10 de outubro de 1983, em Londres, vítima de enfarte. Em 1921, com apenas 19 anos, estreou-se no teatro de Brightonx na peça The Merchant of Venice. Em 1926, integrou o elenco do Teatro Repertory de Birminhgam e, passados quatro anos, pisou o palco de uma das grandes salas de teatro de Londres: o Old Vic, do qual mais tarde chegou a ser vice-diretor.
No cinema, estreou-se em 1935, no filme de terror de Boris Karloff The Ghoul, a história de um egiptólogo morto que volta do seu túmulo para encontrar uma joia egípcia que lhe tinham roubado. Em 1947, é armado cavaleiro da Coroa britânica, passando a ostentar o título de Sir.
Em 1948, desempenhou em The Fallen Idol, de Carol Reed, o papel de um mordomo suspeito de assassínio, que lhe valeu o Prémio de Melhor Ator pela National Board of Review. No mesmo ano, participou no clássico Anna Karenina, ao lado de Vivien Leigh, e, no ano seguinte, em The Heiress, do realizador William Wyler, pelo qual foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator Secundário. Destaque ainda para The Sound Barrier (1952), de David Lean, pelo qual ganhou o Prémio de Melhor Ator da Academia Britânica. Em 1955, participou no filme de Laurence Olivier Richard III e, em 1959, entrou em mais um filme de Carol Reed - Our Man in Havana, seguindo-se o épico Exodus (1960), de Otto Preminger. Durante a década de 50, Richardson foi conciliando o seu trabalho no cinema com o teatro Shakespeare, onde representou peças como The Tempest ou Henry IV, entre outras.
Com Long Day's Journey into Night (Longa Viagem para a Noite, 1962), de Sidney Lumet, ganhou o Prémio de Melhor Ator no Festival de Cinema de Cannes. Em 1965, participou em mais um clássico do realizador David Lean – Dr. Zhivago (Doutor Jivago) –, juntamente com Omar Sharif e Julie Christie. No ano seguinte, entrou na comédia The Wrong Box e, em 1969, participou no musical Oh! What a Lovely War, de Richard Attenborough.
De 1962 a 1983, colaborou também com a televisão em várias séries e telefilmes como Jesus of Nazareth (Jesus de Nazaré, 1977), No Man's Land (1978) e Wagner (1983).
Posteriormente participou em Time Bandits (Os Ladrões do Tempo, 1981), de Terry Gilliam, onde interpretou o papel de Deus, e em Greystoke: The Legend of Tarzan, Lord of the Apes (Greystoke - A Lenda de Tarzan, o Rei da Selva, 1984), onde fez de avô de Tarzan.
Como referenciar: Ralph Richardson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 09:14:40]. Disponível na Internet: