Ramones

Banda punk-rock, formada em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, por Joey Ramone (na bateria e voz), Johnny Ramone (guitarra), Dee Dee Ramone (guitarra) e Tommy Ramone (como manager). Todos os membros da banda adotaram o apelido Ramone e vestiram-se com blusões de couro e jeans com um ar muito gasto, numa clara homenagem aos seus ídolos rock da década de 50 do século XX. Os Ramones surgiram na década de 70 como um dos embaixadores da emergente cena punk.
O grupo revolucionou a indústria musical com os seus riffs de guitarra simples mas poderosos, aliados a um apurado sentido melódico.
Começaram a trilhar o circuito de pubs local, passando por salas hoje emblemáticas, como a CBGB. Dois anos depois, surgiu o álbum homónimo de estreia do grupo, que se tornou um autêntico manifesto do movimento punk, gerando clássicos como "Beat on the Brat" ou "Blitzkrieg Bop". Ao todo, 14 temas compunham um álbum com menos de 30 minutos, facto que exemplifica a energia das suas canções. No mesmo ano, os Ramones viajaram até ao Reino Unido, onde ajudaram a impulsionar o emergente movimento punk, da mesma forma que já o tinham feito nos EUA. Em 1977, a banda editou o seu segundo trabalho, intitulado Leave Home, um disco que seguia as linhas orientadoras do primeiro álbum e que incluia êxitos como "Sheena is a Punk Rocker".
Ao terceiro álbum dos Ramones, Rocket to Russia, o som da banda começou a aligeirar um pouco, com o disco a incluir a balada "Here Today, Gone Tomorrow" ou ainda "Rock Away Beach", um tema com influências da sonoridade pop da década de 60. Nesta fase, Tommy deixou o grupo para se dedicar às tarefas de coprodução, sendo, no entanto, ainda sua a produção do disco seguinte dos Ramones.
Para o seu lugar entrou Marc Bell, conhecido como Marky Ramone no seio do grupo. Já com o novo membro, a banda gravou Road To Ruin, em 1978, o primeiro disco da banda com mais de 30 minutos e que incluía singles como "Don't Come Close" e "Needles and Pins".
A década de 70 acabou com uma participação da banda no filme Rock'n'Roll Hight School, de Roger Corman.
Já na década de 80, o grupo começou a trabalhar com alguns produtores da área do pop, como Phil Spector, no disco End of the School, ou ainda Graham Gouldman, em Pleasant Dreams, ambos editados em 1981, mas sem grande sucesso comercial.
Após Subterranean Jungle, de 1983, Marky Ramone deixou o grupo, sendo substituído por Richie Beau. O novo elemento gravou quatro discos com a banda, antes do regresso de Marky, que gravou já o álbum Brain Drain, de 1989. Nesse ano, o tema "Pet Sematary" foi incluído na banda sonora do filme do mesmo nome de Mary Lambert, tornando-se um dos maiores sucessos da história dos Ramones.
Pouco depois, Dee Dee abandonou o grupo, enveredando inicialmente por uma carreira a solo, para seguidamente formar uma banda intitulada Chinese Dragons. Com a saída do membro, assistiu-se ao fim de uma era na carreira do grupo, uma vez que Dee Dee representava a faceta mais punk da banda. Para o seu lugar foi então recrutado Christopher John Ward, que adotou o nome de J. C. Ramone.
Em 1992, a banda regressa aos álbuns com Mondo Bizarro, que se revela um fracasso comercial, o mesmo acontecendo com o seu álbum de versões, Acid Eaters, de 1993.
Após Adios Amigos, de 1995, a banda decidiu colocar um ponto final na sua carreira, celebrada com uma extensa digressão mundial.
A 15 de abril de 2001, Joey Ramone morre, aos 49 anos, vítima de um cancro linfático. A 5 de junho de 2002 morre Dee Dee Ramone em Hollywood. A 15 de setembro de 2004 morre Johnny Ramone na sua casa em Los Angeles, vítima de cancro da próstata.
Para os desconhecedores do trabalho deste grupo, uma audição de Hey! Ho! Let's Go: The Anthology(1999), permite perceber o porquê de os Ramones serem vistos como um dos ícones da música punk.
Em 2003, foi lançada a coletânea We're A Happy Family - A Tribute To The Ramones, contando com a participação de nomes sonantes como os Metallica, Rob Zombie, Eddie Vedder, Red Hot Chilli Peppers, Garbage, U2, Kiss, Marilyn Manson, Green Day, Pretenders, Pete Yorn, Offspring e Tom Waits.
Como referenciar: Ramones in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 15:25:17]. Disponível na Internet: