Ramsés IV

Terceiro faraó da XX Dinastia, quinto filho de Ramsés III e de sua mulher Titi (ou Ísis) e sucessor de seu pai, foi o último de um período de prosperidade que viveu a XX Dinastia. No vigésimo sétimo ano do reinado do seu pai foi responsável pela nomeação de Amenemhotep como sumo sacerdote de Mut em Carnac, o que indica a importância que já então o revestia.
Reinou provavelmente entre 1156 e 1150 a. C. e o seu túmulo, de que restam o sarcófago e pinturas parietais polícromas, encontra-se no Vale dos Reis. O plano de construção do túmulo deste rei, que nunca foi acabado, encontra-se no Museu Egípcio de Turim. No Vale das Rainhas encontra-se o da sua esposa principal, Tenthotep. Depois de subir ao trono tomou sucessivamente os nomes de Usermaetre e Hekamaetre ("Senhor da justiça como Rè").
Foram empreendidas muitas expedições, suportadas por corpos militares de milhares de homens que asseguravam o sucesso das missões, para a recolha de pedras preciosas (turquesas) e de grande dimensão das minas do Sinai (Serabit el-Khadim), do Wadi Hammamat e da Núbia. Assim foi possível construir em quantidade e qualidade, não só estátuas e edifícios como obras de engenharia destinadas a atenuar os efeitos de fenómenos naturais como as cheias do Nilo. Foi no mesmo Wadi Hammamat que se encontraram as estelas que relatam estes feitos. Alguns dos seus empreendimentos arquitetónicos foram o templo funerário perto do da rainha Hatshepsut e a reformulação do templo de Khonsu, em Carnac. A norte de Medinet Habu encontrou-se um outro templo, de modestas dimensões, construído na época deste faraó. O Papiro de Turim e o Papiro Harris I contêm relatos de acontecimentos desta época, sendo que neste último se encontra um elogio de Ramsés IV ao seu pai. Outros monumentos com menção a Ramsés IV são um obelisco de Heliópolis, uma estela de Coptos e uma estátua de Mênfis.
Como referenciar: Porto Editora – Ramsés IV na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 02:26:31]. Disponível em