República do Congo

Geografia
País da África Central. Estendendo-se pelos dois hemisférios, é banhado pelo oceano Atlântico, a sudoeste, e faz fronteira com o Gabão, a oeste, os Camarões, a noroeste, a República Centro-Africana, a norte, a República Democrática do Congo, a leste e a sul, e o enclave angolano de Cabinda, a sudoeste. Tem uma superfície de 342 000 km2. As principais cidades são Brazzaville, a capital, com 1 207 000 habitantes (2004), Pointe-Noire (561 200 hab.), Loubomo (92 700 hab.), Nkayi (88 600 hab.) e Mossendjo (28 300 hab.).
Depois da área costeira, o relevo torna-se mais elevado e acidentado, surgindo a seguir planaltos, montanhas e vales férteis, nomeadamente a bacia do Niari, no Sudoeste. O Norte é uma vasta planície irrigada pelos rios Sangha, Likouala e Congo. Grande parte desta região encontra-se coberta por pântanos e por florestas.
Clima
O clima é equatorial e tropical húmido.

Economia
O país tem uma economia que se baseia numa forte dependência do petróleo e do gás natural. As indústrias extrativas exploram algumas quantidades de zinco, de chumbo e de ouro. A nível agrícola, as culturas mais importantes são a mandioca, a cana-de-açúcar, a banana, o milho, o amendoim, o abacate, o óleo de palma, o inhame, o ananás, o cacau e o café. Estas duas últimas culturas fazem-se em grandes plantações e são as mais exportadas. Os principais parceiros comerciais da República do Congo são a França, os Estados Unidos da América, a Itália e a Holanda.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas, 1999), é de 0,8.

População
Os números relativos a 2006 apontam para uma população de 3 702 314 habitantes, o que representa uma densidade de 9 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 42,57%o e 12,93%o. A esperança média de vida é de 52,8 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,502 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,496 (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 4 599 000 habitantes. As principais etnias existentes no país são a Congo (52%), a Téké (18%), a Mboshis (12%), a Mbété (5%), a Punu (3%), a Sangha (3%), a Maka (2%) e os Pigmeus (2%). A língua oficial é o francês, mas também são faladas as línguas locais, incluindo a kongo, a lingala, a téké e a sangha. As religiões mais significativas são o catolicismo (41%), as crenças tradicionais (33%) e o protestantismo (24%).

História
A República do Congo tornou-se independente da França em 1960 e logo começou a sofrer uma instabilidade política aguda. Em 1963, um grupo de esquerda tomou o poder. Imediatamente assistiu-se a golpes de Estado, contragolpes e assassínios políticos. Depois de 1979, o país entrou numa fase mais calma e economicamente melhor. Atualmente tem como sistema político uma república de regime multipartidário em que o primeiro-ministro governa com duas assembleias legislativas: o Senado e a Assembleia Nacional.
Como referenciar: República do Congo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 05:33:14]. Disponível na Internet: